Romance.Sonho.Amor.

O quanto do amor que eu acho que sinto é meu?

Vi em filmes, novelas, livros e fotografias.

Um tal de amor.

E ele vinha de um romance, que por sinal vinha do jeito que eu sonhava que fosse esse romance, e por fim idealiza-se todo o Amor.

Ai derrepente, escuto uma música que diz: Até hoje ninguém consegui definir o que é amor.

E que quando a gente ama, brilha mais que o sol.

E depois?

Se descabela, roe a unha, come, para de comer, se arruma, desiste de se arrumar, arruma algo pra fazer, desiste de fazer tudo. Só pensa na pessoa e do nada quer parar de pensar.

Isso conhecemos como ANSIEDADE. Que vem da palavra ANSEIO, que vem da palavra SEIO, e que quando nós somos bebês só queremos oq o tempo todo? SEIOS….kkk brincadeira. Anseio tem algo haver com desejos e tem desejos tem haver com sonhos, que tem haver com expectativas, que tem haver com racionalidade: Não vou fazer isso, pq puts da outra vez que eu fiz eu me fudi, vou fazer isso pq sempre dá certo, esse perfume é bom, essa roupa é bonita e meu cabelo parece o do george cloney.

Ai derrepente vc tá andando na rua parecendo um selvagem perdido saindo bebado de algum lugar, e alguma alma vem do nada e te ajuda, e vc pede o telefone dessa pessoa?

E se você tá lá todo lindão dançando e vê aquele beleza de oasis, e ganha um tchauzinho, vc faz oq? pede o telefone!

Enfim, o quanto é estético?

Será que pela razão de ser tão estético, ou seja superficial, que temos essa tendência de dar com a cara na parede?

Será que nos acostumamos tanto a conter nossos desejos pelas regras da sociedade, que derrepente enganamos nosso coração a não gostar de quem ele gosta e transferimos toda atenção pra uma imagem do que nós gostariamos de ser projetada em outra pessoa?

Será? Será?

Não sei, de verdade.

O que sei, é que já amei, e sim foi também estético, também parecido com algo que eu gostaria de ser naquele momento. Só que também foi o toque da pele, o tom da voz, o cheiro, a combinação dos movimentos.

Será que um jantar define uma relação?

Será que um embrulho de presente prolonga uma relação?

Será que a comodidade de ter ali, sempre sua carencia suprida por uma pessoa que vc acha legal é uma relação?

Sabe, eu acredito que vou viver o meu para sempre, e como a unica coisa que eu aprendi com as minhas relações foi que,não posso dizer oq não sinto, nem ser oq querem que eu seja, nem mudar quem quer ficar comigo. A única coisa que posso fazer, é mostrar oq eu sou, não tem essa frescura de lado bom, lado ruim, e nanáná. todo mundo é cheio de defeito, todo mundo tá acabando com planeta, todo mundo anda bunda mole demais pra um monte de coisa. Então pq transformar em um problemão um simples traço de personalidade?

Eu só quero algo REAL, quero defeitos, quero chatisses, quero brigas interminaveis, quero gostos diferentes dos meus…não quero outro eu.

Quero alguém que não me deixe quando eu pedir ajuda, e que não diga no telefone: to com sono me liga amanhã? e sim: Pode falar, te ouvir é melhor que sonhar…

Sobre @le_oshiro
....

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: