Escolhas

13010 de agosto de 2009, segunda-feira.

Fui fazer um teste num salão de beleza, para cabelereiro…é preciso de um trabalho e estou testando minhas habilidades para ver em qual delas rola um beneficio maior, marquei as 11, cheguei as 11h40, demorei pra levantar, meu pai pegou o dinheiro que minha mãe deixou pra mim e levou pra Campinas e eu muito puto, soltando fogo pelas ventas já atrasado pra sair fui salvo pela Sil.

Esse horário o trem e o metro estão sussa, e me senti mais seguro contra H1n1 evitando os picos de lotação, oq rola qse o dia todo.

Não fazia a menor idéia de onde era a tal rua, muito menos as tais referencias, mas, sabia os nomes. Me informei na estação da sé, e achei o caminho graças a eficiência dos cartazes de localização e ao carinha do metrô.

Chegando no tal salão, esperei um tempo para ser atendido pela dona, e ela pediu pra eu fazer uma “escova teste”. Fiz na menina nova que estava trabalhando na recepção do salão e ela ficou linda! Depois de todo meu esforço para lavar os cabelos com as mãos tão leves ao ponto da garota dormir, e escovar os fios de forma que não ficassem parecendo artificiais e voassem com o vento, A dona disse que vai me retornar até quarta para me dizer o resultado da sua “super” seleção.

Como eram ainda 12h45min, e não iria mais fazer nada, resolvi subir para a Paulista e bater perna, ver novidades, ler revistas internacionais e as nacionais que sempre estão lacradas nas bancas, ir nas lojas de roupas, perfumes, sebos, brechós, centros culturais, praças e ficar observando o fluxo seco e frio da capital.

Desci a Augusta sentido jardins olhando as lojinhas e os camêlos, entrei na oscar freire e visitei umas lojas de designers que gosto como, Marc Jacobs, Louis Vuitton, Emporio e Giorgio Armani, Lacoste, Nokia, Diesel(nessa Conheci a carol, vendedora que me atendeu e mesmo sem saber que eu não levaria nem um chaveirinho ficou mais de uma hora num papo delicioso comigo, sobre pontinhos dourados de energia, sensibilidade, emprego, omissões, etc) dentre outras, vi muitas coisas bonitas e caras. Usual.

Fui terminar minha andança as 19h, subi pra Livraria cultura pela 2ª segunda vez da 1° a atendente me tirou do meu “transe” de apreciação musical na ala artsnobeglam do complexo, peguei o livro autobiografio do Borges e me deliciei numa leitura suave, quando olho pro lado sentando na poltrona do lado da minha, minha ex professora de comunicação da faculdade que havia terminado de sair de uma palestra no hotel bam bam bam perto dali. Me disse pra voltar pra faculdade e que é preciso de um diploma, tb disse que eu estava mais forte(gordo). perdi a vontade de continuar o livro, ela acabou com o tesão…mas foi lindo reve-la…

Sai dali, pq estava morrendo de fome e com vontade de beber, pensei vou em casa comer e dormir mas não beberei hoje, mas, na saida do conjunto nacional no bloco menor da livraria vejo umas bandeijas e garçons no maior estilo coquetel com bebidas e comidinhas, não resisti, e entrei…

Olhei em volta, alguns globais e criticos, era um lançamento de roteiro de um filme que estréia em breve, esqueci o nome, não queria falar com ninguem, só olhar, comer e beber. Até que vejo uma Atriz que sempre gostei muito, fui falar com ela, comprimenta-la pelos trabalhos que gostei, depois ela desceu eu desci, bebi vinho, o cara do vinho já tava me olhando como se eu fosse ficar bebado e fazer algo improvavel, claro q não ia fazer, ser invisivel era o perfil ideal praquele momento. Falei denovo com a atriz, dessa vez resolvi pedir dicas e fazer perguntas cabeludas, numa delas perguntei se ela já tinha feito trabalhos que não gostasse, ela olhou pra cima me olhou bem nos olhos e me disse que sim, eu insisti e perguntei, vc já gostou de algum que não gostou qdo começou a fazer, ela olhou pros lados e disse que acontece, no desenrolar de um papo bem gostoso, eu e ela comendo ferozmente as batatinhas blasé, vemos chegar uma reporter da rede tv, ai eu olhei pra ela e disse – Vc não tem medo disso, de ser atacada? Eu tenho medo disso um dia acontecer- disse eu pra ela falando das minhas inclinações artisticas. Ai eu disse pra ela, é eu to te atacando tb néh, ela olhou pra mim e disse, não vc não, ela sim! e foi dar a tal entrevista pra guria. Eu fiquei num puff embaixo da escada grande parte do tempo. Qdo me satisfiz pensei vou pra casa. Mentira desci uma travessa da paulista, pedi um cigarro pra uma menina de uma mesa que me convidou pra sentar com ela e a amiga dela pra tomar cerveja com elas, eu tomei só um copinho, queria só o papo com aquelas raridades educadas…Subi e qdo comprava o bilhete do metro encontrei o menino que mudou pra casa de alvenaria em paranapiacaba que citei num texto aqui do blog.kkk, ai papeamos um pouco eu ele e seu amigo eles foram comer e eu vim pra casa, qdo sai do trem em rio grande da serra, tava um frio uma chuva fininha e gelada, vim pra casa andando qse congelando isso já eram 1am.

Mas falo desse dia e registro pra ler depois e depois sobre oq rolou, pq foi ai que decidi ir me de São Paulo…

O porquê…

Está em fase de conflito.

=*

Sobre @le_oshiro
....

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: